Diprospan Injetável – Para que serve, bula

Confira tudo sobre a bula do Diprospan Injetável: indicação, para que serve, posologia e outras informações do medicamento

Escrito por -


Cuidado e atenção nunca são demais quando o assunto é a nossa saúde! Antes de fazer um tratamento com qualquer medicamento, é necessário dispor de acompanhamento médico qualificado, e de uma leitura atenciosa da bula, pois, é a partir desta leitura que serão identificados os possíveis efeitos colaterais, também a existência de algum risco ao paciente que consumirá aquele remédio.

O Diprospan Injetável é muito bem falado entre os pacientes que fizeram o seu uso, mas de forma alguma deve ser feita a automedicação através desse composto, e é preciso da indicação de um médico para então iniciar o tratamento. O Diprospan é uma associação de ésteres de betametasona, que produz no paciente após a injeção, efeitos anti-inflamatórios, antialérgicos e antirreumáticos, segundo informações presentes na bula do Diprospan Injetável.

Indicações do Diprospan Injetável

diprospan preço
Antes de injetar, não deixe de ler a bula do Diprospan!

O Diprospan Injetável é aplicável ao tratamento das doenças agudas e cônicas responsivas aos corticoides, e atua como coadjuvante dentro de um tratamento mais específico para a deficiência em questão.



Em sua bula, são definidos pelo menos 5 grupos de doenças para os quais esse medicamento pode gerar bons resultados, sendo estes as alterações osteomusculares e de tecidos moles, condições alérgicas, condições dermatológicas, colagenoses e neoplasias, além de algumas outras condições como a síndrome adrenogenital, colite ulcerativa e etc.

É importante ressaltar que, NÃO devem fazer uso desse medicamento os seguintes grupos:

-Pacientes com infecções sistêmicas por fungos
-Pacientes com hipersensibilidade ao dipropionato de betametasona, fosfato dissódico a demais componentes da fórmula.

Tempo de efeito do Diprospan Injetável

O tempo de efeito do medicamento varia de acordo com a posologia adotada e com a doença que está sendo tratada. Para fins gerais, o alívio causado pela injeção da substância perdura por 4 (quatro) semanas ou mais, desde que as doses sejam bem calculadas.

Leia mais:
Alektos – Para que serve, bula
Labirin 24 mg – Efeitos colaterais, bula

Posologia do Diprospan Injetável

diprospan efeitos colaterais
Foto: Droguerias Cafam

As quantidades e frequências de administração do Diprospan Injetável devem ser definidas pelo médico acompanhando o paciente, e de acordo com as respostas obtidas pelo organismo após o uso, de maneira que a dose inicial deve ser mantida até que se obtenha uma resposta favorável. Validando a não existência de resultados positivos no corpo do paciente, a aplicação deve ser interrompida, e deve-se buscar um outro tipo de tratamento para o alívio de suas dores.

A chamada Administração Sistêmica do Diprospan, se inicia com 1 a 2 ml, repetindo-se a injeção quando detectada a necessidade pelo paciente. A aplicação é feita através de injeção intramuscular profunda na região glútea (nádegas). Em geral, a frequência e dosagem dependerão bastante do estado do paciente, e veriam de acordo com a gravidade da sua condição.

A Administração Local, por sua vez, compete à mistura do Diprospan com anestésicos locais, de modo que, a dose do medicamento é colocada na seringa, e só depois disso misturada ao anestésico, é importante que esse anestésico seja similar à lidocaína. Administrando a injeção no local da dor, há um alívio da dor, que dura até 4 semanas.

As informações acima foram retiradas da bula do DIPROSPAN Injetável.