Rivotril – Bula, Efeitos Colaterais

O uso do Rivotril requer muito cuidado, já que o medicamento é somente sob prescrição médica

Escrito por -


Certas situações do nosso dia a dia podem comprometer em longo prazo o funcionamento do nosso organismo. Para melhorar essas funções, o uso do Rivotril acaba sendo indicado.

O sistema nervoso, principal controlador das funções básicas do nosso corpo é um dos que mais sofre com a rotina desgastante que o ser humano pode vivenciar.

Isso porque certas situações, oriundas principalmente dos conflitos profissionais e pessoais, causam um excesso de trabalho ao sistema nervoso, que acaba acumulando funções e sendo sobrecarregado, gerando reações adversas. Muitas das reações são comportamentais, como ansiedade, insônia, humor maleável, entre outras, mas algumas são mais sérias, podendo gerar crises convulsivas.



Rivotril

O uso do Rivotril como tratamento é uma opção muito utilizada atualmente, pois o mesmo ameniza os sintomas e causa ainda sensações de estabilidade física e emocional.

Rivotril bula
Foto: Hypeness

O preço do produto é bem variável:

  • Caixas de 0,5mg com 20 comprimidos: podem ser encontrados de R$7,70 a R$8,11;
  • Caixas de 2,5mg com frasco de 20ml: podem ser encontrados de R$18,30 a R$19,26;
  • Caixas de 2mg com 30 comprimidos: podem ser encontrados de R$18,29 a R$20,30;
  • Caixas de 2mg com 20 comprimidos: podem ser encontrados de R$11,04 a R$14,16;

 Para que serve o remédio Rivotril

O Rivotril é um medicamento a base de Clonazepam, utilizado para tratamento de doenças e sintomas do sistema nervoso, como transtorno de ansiedade, transtorno de humor, crises psicóticas, síndrome das pernas inquietas, vertigem e perturbação do equilíbrio, síndrome da boca ardente, além de sintomas como crises epiléticas e espasmos infantis.

Sua ação inibe algumas funções do sistema nervoso trazendo como efeitos a sedação, o relaxamento muscular, o efeito tranquilizante e o processo anti convulsionante.

Leia mais: Velija: Bula, Efeitos colaterais

O Clonazepam pertence à família dos benzodiazepínicos, descobertos em 1955. Os mesmos potencializam certas funções do corpo humano, trazendo as sensações de conforto acima mencionadas.

Por ser um medicamento indicado para o tratamento de vários sintomas, algumas pessoas acabam exagerando no uso. Portanto, tenha sempre acompanhamento médico, uma vez que toda droga consumida em excesso pode virar um vício, cuja recuperação exige acompanhamento para toda a vida, além de ter efeitos colaterais que podem comprometer o funcionamento de certos órgãos quando ingerido em excesso.

 Posologia do Rivotril

A posologia do medicamento é individualizada, variando de acordo com o paciente e qual doença ou sintoma o mesmo apresenta. Por isso é sempre importante utilizar o medicamento com acompanhamento médico, para que a medida ideal seja visualizada.

Para crianças, gestantes e lactantes é recomendado o uso do medicamento em gotas. Para as demais doenças e sintomas a quantidade varia entre 0,5 mg/dia até 6 mg/dia, dependendo do transtorno apresentado e do tipo de paciente.

Rivotril – Bula

Veja a bula do Rivotril.




Rivotril – Bula, Efeitos Colaterais
Avalie!