Sibutramina: Bula, efeitos colaterais

A Sibutramina é recomendada para o tratamento de pessoas com obesidade e excesso de peso

Escrito por -


Veja aqui informações sobre a Sibutramina – Bula, efeitos colaterais e outras informações sobre o medicamento.

A busca pelo corpo perfeito é uma das coisas que mais tem feito as pessoas irem para academias, fazerem dietas e até correrem atrás de medicamentos que auxiliem na perda de peso. Ter o corpo perfeito não é sinal de saúde e, muitas vezes, isso ocorre devido ao uso inadequado de medicamentos para emagrecer.

Existe um remédio que vem chamando a atenção, principalmente de praticantes de musculação. Esse medicamento é conhecido como Sibutramina.



Sibutramina – Bula, efeitos colaterais

Esse remédio surgiu, a princípio, como um antidepressivo e age no hipotálamo cerebral, justamente uma das partes responsáveis por controlar a fome, por isso seu destino mudou e as pessoas passaram a usá-lo como inibidor de apetite nas dietas de emagrecimento.

O que esse remédio faz é basicamente inibir o apetite de quem o toma e é utilizado apenas por pessoas com obesidade mórbida, aquelas que não conseguem emagrecer mesmo com uma boa alimentação e com uma rotina de exercícios.

Foto:Be2hand
Foto:Be2hand

A Sibutramina é indicada para o tratamento de pessoas com obesidade (excesso de peso) e contraindicado para pessoas alérgicas à ela e a outros componentes de sua fórmula. Pode ser ingerido apenas por adultos e é expressamente proibido para crianças, gestantes e lactantes e, para idosos, apenas com indicação médica. Geralmente sua posologia é 10mg, uma vez ao dia e pela parte da manhã.

O que pode causar

A Sibutramina pode causar aumento da pressão arterial e frequência cardíaca, por isso, enquanto esse remédio estiver sendo administrado, deve ser feito um acompanhamento da pressão arterial e da frequência cardíaca.

Foto: Cleansam.tistory
Foto: Cleansam.tistory

Alguns outros sintomas já foram constatados em pacientes, como casos de psicose, mania, pensamentos suicidas e depressão e, se algum desses eventos ocorrer, sua administração deve ser interrompida imediatamente.

No entanto, alguns dos efeitos colaterais mais comuns deste medicamento são insônia, tontura, náuseas, dor de cabeça, muito apetite, dores musculares, dores nas articulações, cólicas menstruais mais fortes do que as normais, boca seca, prisão de ventre e até mesmo modificações no apetite sexual. No caso de aparecerem alterações de humor, arritmia cardíaca, visão um pouco turva, edema, dor no peito e problemas ao urinar, o médico precisa ficar sabendo assim que aparecerem.

Baixe aqui a Bula do Sibutramina




Sibutramina: Bula, efeitos colaterais
Avalie!