Perivasc – Indicações, bula

Durante o tratamento, é aconselhável manter contato com um médico e informá-lo dos resultados obtidos

Escrito por -


O Perivasc é constituído pelas substâncias diosmina e flavonoides expressos em experidina. O medicamento é venotônico, portanto aumenta o tônus das veias e a resistência dos pequenos vasos sanguíneos.

Indicação do medicamento Perivasc

O Perivasc é um remédio versátil, portanto pode ser indicado em diversas situações como: tratamento das manifestações da insuficiência venosa crônica, funcional e orgânica dos membros inferiores (tais como varizes e varicosidades, edema e sensação de peso nas pernas, sequelas de tromboflebites, estados pré-ulcerosos, úlceras varicosas, úlceras de estase e edemas pós-traumáticos); tratamento dos sintomas relacionados às hemorroidas.

perivasc bula
O Perivasc é contraindicado no caso do paciente apresentar hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes de sua fórmula. Foto: EurofarmaBolivia

Em mulheres grávidas, o medicamento só pode ser usado quando indicado por um médico. Até o momento, não foi diagnosticado nenhum caso de contraindicação absoluta ao uso de diosmina e hesperidina. O medicamento também é contraindicado para pessoas com menos de 18 anos.



Bula do Perivasc

bula do Perivesc conta com informações importantes e que devem ser lidas antes do consumo. Além da explicação de seus efeitos e indicações, ela explica o funcionamento do medicamento em diferentes tipos de pessoas, como gestantes e idosos e também mostra pesquisas que trazem a eficácia da medicação. A bula também explica a origem e a função de cada componente do Perivasc.

Leia mais: Reduclin SB – Emagrece, como funciona?

Como tomar o remédio Perivasc

Perivasc
Foto: Physician’sVascularServices

O uso indicado do Perivasc é de dois comprimidos ao dia, um de manhã e um a noite, de preferência durante as refeições. Em casos de hemorroidas, a dose recomendada é de dois comprimidos por três vezes ao dia, somando um total de seis, durante quatro dias. Depois, por mais três dias, deve-se tomar mais quatro comprimidos por dia, dois de manhã e dois a noite. A duração máxima do tratamento com Perivasc é de três meses.

Não é recomendado parar o tratamento sem a autorização de um profissional. Além disso, os comprimidos de Perivasc não devem, em nenhuma circunstância, serem partidos, abertos ou mastigados.

Caso o paciente se esqueça de tomar o comprimido no horário pré estipulado pelo médico, ele deve tomar assim que se lembrar. Porém, se o horário para a próxima dose já estiver próximo, é aconselhável que ele pule o comprimido que esqueceu. Não é recomendado que se dobre a dose para compensar um comprimido que não foi tomado. O uso do medicamento de maneira desregulada pode atrapalhar o tratamento.




Perivasc – Indicações, bula
Avalie!