Categorias: Medicamentos

Annita: bula, para que serve, como tomar, posologia


Annita é o medicamento normalmente indicado para o tratamento da diarreia, servindo também para eliminar vermes, vírus e protozoários maléficos à flora intestinal.

Seu princípio ativo é nitazoxanida, o qual começa a agir de 2 a 4 horas após ministração.

O preço do medicamento varia de acordo com sua dosagem, girando em torno de R$20,00 a R$50,00.



Sua apresentação em comprimido revestido é contraindicada para crianças com idade inferior a 11 anos.

Versões genéricas e similares de Annita ainda não podem ser encontradas em farmácias.

Sua taxa de cura para diferentes condições de saúde oscila entre 80% e 90% para a giardíase, entre 50% e 100% para a ascaridíase e é superior a 90% para a estrongiloidíase. Veja mais informações!

Para que serve o remédio Annita

Annita é indicado para o tratamento de infecções como gastroenterite, helmintíase, amebíase, giardíase, criptosporidíase e blastocistose, inibindo a enzina que garante a sobrevivência dos protozoários causadores dessas doenças. Annita é igualmente eficaz para vermes.

Para a eliminação dos vírus causadores das enfermidades mencionadas, a eficácia de Annita está no bloqueio da síntese da estrutura viral, impossibilitando o vírus se de continuar seu processo de multiplicação.

Annita deve ser conservado em temperatura ambiente (Foto: Diário de uma emagrecente)

Leia mais: Cloridrato de fluoxetina: bula, para que serve, efeitos colaterais

Precisa repetir a dose?

A repetição das doses de Annita está associada ao diagnóstico da enfermidade. Ver “Posologia”.

Pode tomar Annita amamentando?

Apenas mediante instruções específicas do médico, caso não sejam detectados possíveis efeitos colaterais do medicamento no lactante e que haja reais benefícios à paciente.

Como tomar o comprimido

Cada comprimido de 500mg de Annita deve ser ingerido juntamente com a alimentação.

Annita pode ser ministrado na forma de comprimidos revestidos de 500 mg ou por meio do preparo do pó em suspensão – para isso, basta:

  • Agitar o frasco contendo o pó;
  • Adicionar água filtrada ou fervida até a marca indicada no frasco;
  • Posicionar o adaptador de seringa no frasco e agitá-lo;
  • Puxar o êmbolo da seringa até obter a medida recomendada pelo médico.

Posologia

A dosagem indicada para pacientes com gastroenterite causada por rotavírus ou norovírus é de 0,375ml para cada quilo ou 1 comprimido de 500mg, em intervalos de 12 horas, durante 3 dias consecutivos.

A dosagem de 0,375ml para cada quilo ou 1 comprimido de 500mg, em intervalos de 12 horas, durante 3 dias consecutivos, é indicada para pacientes:

  • Com helmintíases, amebíase, giardíase, isosporíase, balantidíase ou blastocistose
  • Sem imunodepressão com criptosporidíase
(Foto: MD.Saúde)

A dosagem de 0,375ml para cada quilo ou 1 a 2 comprimidos de 500mg cada, em intervalos de 12 horas, durante 14 dias consecutivos, é indicada para pacientes imunodepressivos (porém com contagem de CD4 superior a 50 células/mm³) com criptosporidíase.

A dosagem de 0,375ml para cada quilo ou 1 a 2 comprimidos de 500mg cada, em intervalos de 12 horas, por pelo menos 8 semanas ou até o desaparecimento dos sintomas juntamente com  a negativação dos oocistos, é indicada para pacientes imunodepressivos (porém com contagem de CD4 inferior a 50 células/mm³) com criptosporidíase.

Saiba ainda: Cálculo de Medicação: Regra de Três

Efeitos colaterais do medicamento

As reações comuns acometem de 1% a 10% dos pacientes, culminando no surgimento de dores abdominais similares à cólica, diarreia, enjoo acompanhado (ou não) de vômito e dores de cabeça.

As reações incomuns acometem entre 0,1% e 1% dos pacientes, culminando em reações alérgicas, coceira, aumento da enzima transaminase glutâmica pirúvica na corrente sanguínea, aumento do apetite, anemia, maiores níveis de creatinina no sangue, tontura, excesso de transpiração, febre, olhos amarelos, gases, hipertensão, taquicardia, rinite, alteração na coloração da urina ou do esperma e aumento das glândulas salivares.

Bula Annita 500 mg

A bula do medicamento entrega informações básicas sobre composição, indicações de uso, posologia e potenciais reações adversas. É necessário seguir orientações médicas quanto à dosagem, período de tratamento e horários.

0.0
00
Share
Publicado por
A Redação

Recent Posts

Simeticona: Bula, Indicação, Posologia

Problemas com gases costumam provocar diversas reações desagradáveis no organismo de uma pessoa. Em alguns casos, as dores chegam a…

1 ano ago

Sinvastatina – Bula, Para Que Serve, Como Tomar, Efeitos Colaterais

Buscando informações mais precisas da bula da Sinvastatina? Ter conhecimento sobre os componentes, efeitos e contra indicações quanto ao uso de…

1 ano ago

Dexametasona: bula, para que serve, posologia, efeitos colaterais

Procurando a bula do acetato de Dexametasona? Uma das principais vantagens que a internet trouxe para a nossa sociedade foi, indiscutivelmente,…

1 ano ago

Sertralina: para que serve, bula, efeitos, como tomar

A Sertralina é um dos remédios mais comentados e conhecidos dos dias atuais. Indicada por muitos médicos psiquiatras, costuma ter…

1 ano ago

Cloridrato de fluoxetina: bula, para que serve, efeitos colaterais

Quer saber para que serve o remédio Cloridrato de fluoxetina? Está procurando a bula para saber dos efeitos colaterais? A…

2 anos ago

Cálculo de Medicação: Regra de Três

Quem trabalha na área da saúde com certeza já se deparou cálculos de medicação para dosar medicamentos prescritos pelos médicos.…

2 anos ago